Make your own free website on Tripod.com


O estilo do Power On Self Test, mais conhecido como POST, pode se resumir em um cruzamento do grupo inglês Radiohead com os norte-americanos do Built to Spill. Entretanto, a complexidade da banda paulistana formada por Michel (guitarra e voz), Paulo (guitarra), Gabriel (baixo) e Fábio (bateria) demonstra outras influências, como Big Star, Flaming lips, My Bloody Valantine, Mogway.
O grupo surgiu há cerca de dois anos e é resultado de outras bandas como Sex To Fix, 3 Guitarras ,Marry Me Els - que contava com o canadense Ben no baixo, e Eduardo na bateria.
Em apresentações ao vivo, o POST, em meio às suas canções próprias, recheia o repertório com músicas do Pavement, Grandaddy, Phil Spector, Frank Vallie and four seasons, entre outras. O que destaca a banda, além da riqueza das letras, é a qualidade sonora, se afastando do típico “som garagem” da maioria das bandas de rock alternativo, já que as músicas apresentam diversas camadas.
Os temas das faixas que compõem o primeiro disco da banda demonstram bem os assuntos retratados: peculiar forma de amor, ódio afônico, distancia entre pessoas, consumação de emoções, nostalgia insípida, autocomiseração, alegria na trivialidade e etc.
O Power On Self Test já fez shows em bares como o Britrock Bar e o extinto Alternative Bar, sempre com a casa lotada, tocando com bandas como Smiley ,Drosophila e Culto ao Rim inclusive em Santos.



Por Gabriela Trevisan